segunda-feira, outubro 09, 2006

Não gosto disto e pronto!!!

Este sujeito não me inspira confiança!!!

«Reflectindo sobre o comportamento de Mahmoud Ahmadinejad, não posso deixar de pensar nas 500.000 chaves de plástico que o Irão importou de Taiwan durante a guerra Irão-Iraque de 1980-88. Na época, uma lei iraniana impunha que as crianças a partir dos 12 anos podiam ser utilizadas para limpar os campos de minas, mesmo contra as objecções dos pais. Antes de cada missão, penduravam uma pequena chave de plástico ao pescoço da criança. Supostamente, esta abriria as portas do paraíso.»

Vinte anos depois, o regime é o mesmo e a forma como recorrem a figuras como Deus e o Paraíso para a qualquer preço, defenderem os valores em que acreditam! E se isso teoricamente é uma virtude, deixa de o ser quando qualquer meio é legitimo, ainda que sejam crianças!

Não gosto, pronto!!!

51 comentários:

trugia disse...

Digo-te mais... não gosto deste cabrão (desculpa, não custumo falar mal, mas...) nem de muitos outros que neste momento mandam no mundo. Quiseram o poder,pelo poder e não porque tinham projectos viaveis e construtivos. E agora ? O que me trás alegria é descobrir um blog como o teu, obrigado. Abraço.

Lord of Erewhon disse...

Black Sabbath, «Supertzar».

Link para descarregar o mp3: http://www.yousendit.com/download/3pl3nKSPUTk%3D

P. S. Um dos temas de U2 que mais gosto! ;)

Ah... e puta que pariu esse psicopata!

Anabelacps disse...

Ouve lá, ó Belzebu:

Ficaste bonito na foto! eheheh

Lilliput disse...

Estado + religião =
se calhar é melhor n dizer, para não infestar o teu blog infernal de asneiras.
beijos

vinte e dois disse...

Quer seja na religião católica quer noutra qualquer, a palavra fanatismo põe-me fora de mim. E ainda mais quando vejo pessoas que se aproveitam das crenças de outros para proveito próprio!

Miudaaa disse...

ó meu mafarrico... e quem gosta??? sabes, que chego a pensar que nem ele próprio!!!
como, como se podem enganar tantos seres inofensivos, que amanhã passam a ser iguais a ele... não percebo...

um beijo da miudaaa

susana disse...

Não gosto nem um bocadinho!

ME disse...

Meu caro amigo, estou contigo, também não gosto mesmo. Isto cada estupido utiliza coisas "sagradas" para o que der mais jeito. Não não sou crente...

beijocas

A Lei da Rolha disse...

O povo muçulmano não é todo ruim...mas...palavras para quê? Já todos sabem o que eu penso de qualquer fundamentalismo!!!

amorica valente disse...

você pode até não gostar dele... mas vem cá prefere o Bush líderando a situação do mundo. Bush não assinou o protocolo de Kioto!!!

Catarino disse...

Não gosta e com razão...
500 000 Chaves, é muita criança...

tulipa_negra disse...

também com uma carantonha feia como aquela, quem é que vai gostar? ;-) tou na brincadeira...
pena é não lhe terem dado uma chavezinha para pôr ao pescoço...

Ludwig disse...

Está no poder. Quem gosta de quem está no poder?

deep disse...

Junto-me ao "clube". Também não gosto. Boa semana.

Visi disse...

eNTÃO NÃO ESTÁS A VER, MEU CARO AMIGO, (E BELZEBU SÃO ELES!), QUE É MUITO MAIS FACIL MANDAR AS CRIANÇAS PARA A FRENTE DE BATALHA DO QUE IREM ELES MESMO?? ESSA MAL...RELIGIÃO É MUITO PROVEITOSA PARA QUEM MANDA....


...GENTE PARA O INFERNO!



EU TAMBEM NÃO GOSTO.PRONTEEESSS.....

uma semente disse...

haverá esperança para aquele povo??? Essa homem já foi uma criaça inocente outrora...AGORA VÊ O RESULTADO DA EDUCAÇÃO QUE TEVE!!

Edgar Silva disse...

Gosto de ver pessoas revoltadas contra as injustiças... sejam elas quais forem...
No entanto o autor do textozinho entre aspas é um manipulador de infomação.
Aposto que deve ser Americano. Em primeiro lugar porque as minas que foram colocadas no Irão,
foram colocadas com o apoio americano. São de fabrico americano, aliás.
Depois porque essa lei não existiu nunca dessa forma. O que estava determinado era que todos
os soldados trabalhassem na limpeza das minas. Incluíndo aqueles que têm 12 anos.
É que, caso não saibam, na altura o exercito Iraniano aceitava voluntários para a guerra a
partir dos 12 anos de idade... Como qualquer país faria (sim, incluíndo o nosso e todos os
países "ocidentais") se estivessem na situação extrema em que eles estavam, e na iminência de
desaparecer do mapa...
A verdade é que qualquer elemento do sexo masculino com mais de 12 anos (com consentimento dos pais)
podia juntar-se ao exercito. (Algo parecido com o que os Franceses e Soviets fizeram na 1ª guerra mundial).
A verdade é que as 500000 chaves foram encomendadas e distribuídas não para a limpeza das minas mas sim no
final do conflito a pedido das famílias de extrema religiosidade. A verdade é que não eram só para os soldados
voluntários de 12 anos, mas sim para todos os soldados. A verdade é que essa lei, veio obrigar todos os soldados
a participarem dos trabalhos de limpeza das minas, sem distinção. Isso obviamente inclui os voluntarios de 12 anos.
Está errado? Não sabemos. Nem podemos saber, pois vivemos numa realidade diferente, com uma religião diferente.
Não pretendo defender esse senhor. Apenas esclarecer. E dar mais um ponto de vista. Pessoalmente, tb não me inspira
confiança.

Acho estranho é que após anos de "paz" e "sossego" com o Irão, agora toda a gente se lembre destas coisas.
Estará relacionado com o programa nuclear? Será desinformação para vencer a opinião publica? Provavelmente.
E essa desinformação vem dos senhores que tem os dedos no botão da "Nuk" e querem exclusividade. E a verdade é que
vencem. Tem vindo a acontecer.

Edgar Silva

Lord of Erewhon disse...

Mais música gótica! JAJAJAJAJAJAJA!!!

Los Bravos, «Black is Black»: http://download.yousendit.com/FD0DED77598BC2C0

Alien David Sousa disse...

Já somos dois. Não presta. Tudo o que vem deste senhor cheira a podre e não me façam entrar em detalhes. :|

mafarrico disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
mafarrico disse...

Pois!
Compreendo e muito bem o comentário do Edgar Silva!

Também não gosto de tiranias e fundamentalismos... mas isso não legitima nunca a manipulação dos factos.
Esta realidade. a do Irão, é contada como dá jeito.

O que os Americanos já esqueceram é que a factura de ter países dizimados, crianças educadas em cenários de guerra... só é leve quando é paga pelos outros.

Provavelmente haverá quem defenda (e no limite... acreditem nunca deixará de fazer sentido) que todas as crianças que morrerem hoje, são radicais islâmicos a menos no futuro.

Mas se é assim... que o digam bem alto! Para todos sabermos com que contamos.

Quanto ao Senhor energúmeno da foto... eu acredito que também anda enrolado com os dois energúmenos dum post anterior...

Nomyia disse...

Pois. Com isto até Belzebu se revolta!*****

Belzebu disse...

Esta é de facto a realidade do Irão e de outros estados fundamentalistas!! E não é manipulação de seja o que fôr! Todos sabemos como funcionam estes regimes e a forma pouco racional de lidam com as suas crenças!
Lógicamente esta é a perspectiva de um Ocidental e outra coisa não seria de esperar! E a minha capacidade para compreender as diferenças, pára quando a barbárie e o fanatismo religioso é posto ao serviço do estado e recorre a tudo para se eternizar!!!

LuciaLourenço disse...

Cada um tem o seu karma... os muçulmanos levam com esta gajo e com outros parecidos...
Os coreanos com aquele que tem nome de bola de ping-pong (Pyongyang)...
Os americanos com o Bush e companhia...

Comparados com estes, topamos que nós só levamos com "cromos"... enquanto eles têm que levar com "doidos varridos"!!!!

Lu.a disse...

Este gajo não inspira confiança nem a ti nem a mais ninguém no se perfeito juízo!

Luna disse...

É terrivel utilizarem a religião para destruirem os seres humanos
beijos

Patrícia Santos disse...

Ora aqui está uma opinião que partilhamos...

Porque será???

Beijos Cosmicos

Sulista disse...

poça...500.000 chaves...de plástico??...para abrir as portas do paraíso a crianças...plástico??! ao menos que fossem de ouro!

;-)

sem-comentarios disse...

Eu pergunto ... ( e vou ser xenofoba ) há algum árabe que inspire confiança ??
As crianças e as mulheres, têm estatuto de seres humanos, no mundo árabe ??
Pois... tal como tu, eu tbm não gosto.
O tema foi mt bem escolhido :)**

cusca disse...

Este mundo anda virado do avesso e são fulanos como esse, que o fazem !

bjs

Eduardo Leal disse...

Não posso deixar de comentar o comentários de "sem comentários".

Acaso conhece alguns árabes?
E quando digo conhece, digo... conhecer de ter estado com eles, falado com eles, jantado com eles?

Sabe que para um árabe islâmico (porque também os há de outros credos) bater numa criança é sacrilégio?

E para os Cristãos como eu será que é agradável saber que era tradição nos seminários católicos a punição sexual com aros com picos à volta do pénis?

Será que nos sentimos identificados com todos aqueles que em nome do nosso Deus mataram na fogueira milhares e milhares de inocentes?

Será que um Judeu tem que se identificar com algumas das barbáries israelitas?

Como é evidente, não podemos tomar a árvore pela floresta!
Até pode ser que seja já a floresta o grande problema... nesse caso eu continuarei sempre a acreditar na pequena árvore que resistir.

Não! Não é discurso de superioridade ocidental... por acaso trata-se de esperança cristã... sei lá!
E acredito que há ainda muitos islãmicos, judeus Budistas, etc, etc com o mesmo ou maior grau de esperança.

E não tenho mais comentários...

Cláudia disse...

Bem...faço minhas as palavras da sem comentarios...

Belzebu disse...

Amigo Eduardo Leal, claro que aqui ninguém tem que se identificar com todas as atrocidades que foram cometidas pela cristandade á séculos atrás!

Claro que nenhum judeu tem que se identificar com os excessos israelitas. Nem tão pouco com as tradições do passado ou mesmo do presente dos seminários católicos! É óbvio que essas prácticas são tão detestáveis como como as que aqui abordei.

Parece é que aqui não há bloqueios ideológicos, o que permite abordar as questões sem tomar a parte pelo todo (a dita árvore pela floresta) mas mantêr um espirito critico sem alvos pré-defenidos!!!

al cardoso disse...

Olhe eu tambem nao gosto dele, e ate sem ser profeta, lhe antevejo um fim triste. sao ca presentimentos.

Saudacoes monarquicas infernais.

missixty2000 disse...

Tanbém não gosto dele, ademais é feio como o diabo!! ehehe
Não te esqueças de me ir dar os parabéns por 1 ano de blog, tenho lá uam surpresa!
beijos da miss

pintoribeiro disse...

Eu gosto, pronto. Abraço.

francis disse...

Essa das chaves plásticas é arrepiante. A estupidez da pérfida mente humana não tem limites.

Maria disse...

Há quem diga que "prefere viver na ignorância, pois é mais feliz assim".

A verdade é que quando não sabemos de certas coisas, como não nos afectam, não nos ofendem, não nos magoam, faz com que as probabilidades de sermos felizes aumente consideravelmente.

O velho ditado: O que os olhos não vêem o coração não sente.

Ás vezes preferia viver na ignorância para determinados assuntos, principalmente quando envolvem crianças. Simplesmente ultrapassam a minha capacidade de compreensão. E este comentário não se refere apenas ao teu post, ou a questões religiosas ou uso delas para atingir determinados fins...

Não há palavras para descrever o sentimento da total falta de respeito e abuso da integridade fisica ou moral de terceiros e menos ainda de crianças.

Também não gosto e pronto!!!

Sea disse...

Não gosto! Não gosto e não gosto!

o_anticristo disse...

Sinceramente, não vou muito com essa gente. O fanatismo religioso é do pior que pode haver. Fica bem

Peter disse...

Parabéns infernais com uma semana de atraso, mas o S.Pedro não me deixou descer.

de Matos disse...

Oh meu amigo, se fosse so esse dai... mas ifelizmente ha muitos da mesma laia e o que custa mais é que quem sofre sempre mais sao as crianças... porque??

abraço

Cristina disse...

mas há alguém são da cabeça praquelas bandas?

beijinhos

EMN disse...

Nem confiança nem nada nesta vida..... Mai Nada!

emn***

cat disse...

tambem nao gosto e tu tens razao!ha cada uma!beijinho!

Hindy disse...

Obrigada pela força!

Um beijinho "hindyado"! :o)

Sulista disse...

quarenta e sete comentários ;-)


Belzebu e MAfarrico,
têm 'lá' uma coisa à Vossa espera...


ps- esta música é mesmo espectacular

Rui Martins disse...

só uma pequena correcção: as chaves eram para ser usadas (para o fim supracitado) mas não por crianç,as mas por "guardas de revolução" (alguns dos quais eram efectivamente crianças).

De qualquer modo, foram essas vagas humanas de semisuicidas que salvaram o Irão nessa guerra de uma derrota absoluta frente às forças de Saddam. As vidas humanas perdidas então foram numerosas, mas salvaram o Irão de uma ocupação iraquiana, que não seria muito suava, a ter em conta a forma como Saddam tratou sempre os seus próprios shiitas...

LFM disse...

A meu ver esse senhor é representativo do povo que governa e pronto!
Não gosto também!

Maria disse...

Isso de meter inveja à malta, que tem uma janela de 3 x 1,5m virada para uma estrada Nacional e cujo cubiculo onde trabalha é um autênctico aquário, não está com nada....

FETEPAAAAAAHH para ti também. Melhor FETEPLASH (este é o som da toalha molhada, pelomenos não deixa marcas...) LOOOOLLLLLL

Sorry mas hoje deu-me para isto (deve ser por ser Sexta-feira 13)

Bom fim de semana.

Zé Rocha disse...

mais uma forcinha e legaliza-se a xenofobia...Há manipulações que fazem lembrar tempos idos ...da injecção atrás da orelha. Belzebu tem juízo, caso contrário nem as criancinhas acreditarão no teu inferno.Um abraço.