terça-feira, janeiro 15, 2008

E agora algo de verdadeiramente surpreendente!

Vamos fazer um exercício de memória e vamos fazer uma pausa no nosso Alzheimer. Eu já nem peço para fazermos todos um "suponhamos", pois seria talvez mal interpretado, acusado de avacalhar a língua e língua que é língua, merece tudo menos ser avacalhada, assim de forma simplista e despreocupada!

Quem não se lembra dos marrões? Quem nunca teve um colega de escola, daqueles que penduravam umas armações no nariz, com uns fundos de garrafa embutidos, que vestiam um blazer que tinha que servir pelo menos durante dois anos, que eram gordinhos para que fosse possível acertar todos os estalos que lhes dávamos? Não havia escola ou turma que não tivesse o seu. O reconhecimento chegava normalmente com a nomeação para delegado de turma e nos intervalos, comemorávamos com uns palmadões e uns calduços, para se pôr esperto!
No fundo até eram simpáticos e tinham a grande virtude de nunca denunciar, pois sabiam o que a denúncia implicava. Apesar de não me lembrar muito bem do quê, tenho a sensação de que não era nada agradável.

O grande problema é que esta espécie está em extinção. Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), os alunos portugueses de 15 anos, estão alguns degraus abaixo dos colegas da OCDE, ao nível dos conhecimentos científicos e matemáticos.
Isto quer dizer que aqueles que em tempos subvertiam as estatísticas e elevavam um pouco os níveis, estão a desaparecer, começam a rarear, quiçá por falta dos palmadões.

Eu acho que os palmadões podem sempre fazer milagres, mesmo nas estatísticas da Ministra Lurdinhas, não concordam?

ehehe!! Aquele abraço infernal!

46 comentários:

PsYcHo_MiNd disse...

Agora já usam lentes de contacto e andam vestidos à morangos com açucre e merdas do género. É pessoal que também vai evoluindo!

Vício disse...

podes crer que fazem falta uns palmadões a certos "meninos" e até mesmo em casa os podiam apanhar!

Desassossego disse...

Que bom ver que as coisas aqui continuam bem e de saúde...
Um beijo doce...

Carracinha linda! disse...

Os marrões estão em vias de extinção????

Não pode ser! Cá para mim eles andam é disfarçados a ver se se livram dos palmadões e calduços!!!

:D

Bjs

Cláudia disse...

Cambada de burros :)))
Beijito

Professorinha disse...

Vendo bem as coisas até acho que tens razão... uns palmadões em alguns meninos aguçava-lhes logo a vontade de estudar... mas hoje em dia isso é violência... e castigada com prisão...

Fica bem

Zé Povinho disse...

Levei alguns para abrir os olhos e fizeram-me bem. Hoje só podemos receitar um cházinho por causa da violência.
Abraço do Zé

Marco Ferreira disse...

Eles ainda existem, podem estar escondidos ou disfarçados mas ainda existem.

Provavelmente os dos outros países não têm a capacidade de camuflagem dos nossos marrões e entam lá sobe a estatistica.

Passa lá no meu porto de abrigo e levanta o teu prémio.

marinheiroagaudoce a navegar

Maga disse...

precisamente! os pobres dos marrões das minhas turmas nunca conseguiam chegar a delegados, eram demasiado impopulares. e desconfio que é esta a questão, a popularidade. os miúdos preocupam-se tanto, mas tanto com o aspecto que já não se destinguem as aves raras como antigamente. a aceitação por parte dos colegas é sobrevalorizada a ponto de toldar (ainda mais) o intelecto. mas, claro, isto é só a minha opinião...

Teté disse...

Olha, não me lembro de nenhum marrão ser chefe (ou delegado, como se diz agora) da minha turma!

Ná, não estão a desaparecer nada, mesmo que a alguns umas palmadas dessem jeito. Andam mais disfarçados, com t-shirts da billabong e um arzinho mais moderno... E elas com tops de alças em pleno Inverno. Modas!

As estatísticas - da Lurdinhas ou outras - valem o que valem! Se há um a ter 20 e três a ter 0, pois, a média é de 5! E como há muito miúdo que anda na escola, sem saber o que anda lá a fazer...

Abraço terreno!

Bento disse...

o problema terá sido que nenhum marrão foi para professor ou para ministro e se foram degeneraram corrompidos pelo sistema....

NiNa disse...

Quem merecia os palmadões não eram os marrões/cromos...mas sim os outros :) talvez por isso a espécie esteja em vias de extinção!
Ou simplesmente mais "diluída"... Bom resto de semana :)

amigona avó e a neta princesa disse...

Na ministra não me importava...e noutros, porque não? Beijão...

Maria (ex-sulista) disse...

Se concordo...

Mas os marrões existem na mesma só que escondem-se dos burros que mandam no país ;-)

Bjs

herético disse...

atão não?!... "uns safanões a tempo" sempre deram grandes matemáticos...

abraços

O Guardião disse...

Eu até pensei em receitar umas palmadas em quem manda, mas contive-me, porque o mais certo era o dito gostar e pedir mais nalgadas... irra, do que me livrei!
Cumps

Å®t Øf £övë disse...

Belzebeu,
Já não há miudos de armações no nariz, com uns fundos de garrafa embutidos, que vestiam um blazer que tinha que servir pelo menos durante dois anos, porque a última formada deles estão ou estiveram todos a governar este país, e como os putos são espertos começaram a ter a tentação de evitar imitá-los. Daí se terem tornado uma especie em extinção.
Abraço.

Crestfallen disse...

Na verdade isso deve-se ao facto de ir à escola em Portugal é visto como um dever e não como um direito, enquanto estudar é uma opção.

Como exemplo dou o sistema de ensino Alemão, onde ao nono ano, os alunos são filtrados, o que têm boas notas ficam na escola, os que têm más notas mudam para uma outra escola.

Ao mudar para essa outra escola, eles têm 2 anos para recuperar as notas, de maneira a voltar à escola vista como principal.

A diferença entre estas escolas, é que uma termina no décimo segundo ano, dando acesso à universidade. A outra termina no décimo terceiro ano, dando acesso ao mercado de trabalho imediato.

Acho que assim, é justo e faz de estudar, um dever!

Kalinka disse...

OLÁ BELZEBU
penso que ainda não nos cruzamos em 2008, por isso, aqui te deixo os votos de Bom Ano 2008 com tudo aquilo que mais desejares.

Bem, o kalinka começa o Ano com regras, novidades, promessas, novas rubricas...enfim...há que mudar e inovar.
Fotos da minha autoria também.
Este fim de semana nem tive tempo para respirar, pois é o que acontece quando a cota pensa em (re)começar a estudar...o que será que isto vai dar?
Trabalho inicial que me deu cabo da cabeça, dos olhos, de tudo, mas aqui estou pronta para continuar.

Beijos c/pitada de Esperança

Marreta disse...

Sem dúvida. Todos os que levavam calduços (uns havia a quem era instituído o calduço matinal) chegaram todos longe na vida.
Era uma "instituição" que fazia doutores.
Também aqui a tradição se está a perder. Vá lá que desta vez a culpa não é da ASAE...
Saudações do Marreta.

Olá!! disse...

Belzebu, acho que iamos ficar sem mãos se optassemos por essa via... ia ser palmadão em série...
Beijo

MariaTuché disse...

Há coisas fantásticas não Há??? ahahaha

Beijosssssssssssss

Cati disse...

Concordo!
Uns calduços nunca fizeram mal a ninguém... anda aí muito mestrunço a precisar, oh se há!!!

Beijoca diabólica!!!

PS - Miminho infernal para ti no meu blog...

Rita disse...

Pois as coisas agora são mais ou menos assim: a Europa é a escola e nós é que vamos dar calduços e palmadões nos marrões da OCDE...
Jokas

NaRiZiNHo disse...

Confesso que nunca achei piada ao patinho feio da turma, por achar demasiado cruel.
É um facto que são cada vez menos, mas não considero que seja por falta de inteligência, mas sim por serem mais espertos e pasasrem despercebidos.
Quanto ao grau de analfabetismo, isso sem, tens toda a razão e começam logo no 5º ano de escolaridade.
:-*

conchita disse...

Hehehehe, eu acredito que actualmente também seja assim nas escolas, as crianças ou jovens conseguem ser muito crueis!
Continuação de uma boa semana :)

vsuzano disse...

cada vez mais os miudos de hoje em dia têm tudo o que desejam, muitas vezes até por nossa culpa...

a educação deve ser sempre um dos maiores investimentos de cada governo, mas infelizmente aqui não o é...

wind disse...

Ainda para acrescentar agora os meninos podem dar as faltas que quiserem, que não reprovam por isso!
bom post!:)
beijos

Andreia do Flautim disse...

Se calhar é! Eu até na universidade me lembro de personagens dessas!

Francis disse...

Culpe-se os professores e já está.
Aliás, a Lurditas, culpa-os. Certamente por experiência própria!!!

Lara disse...

pois fazem falta fazem mas que se fale só numa palmadinha e são logo acusados de agressão!
bj

Amsilva disse...

se necessário regresso á escola, só pelo prazer de dar umas palmaditas ao Nuno o marrão da chamada turma de mecãnica da ESAAV

Pipinha disse...

Nem no meu tempo já havia disso...! Era umas palmaditas na lurdinhas! Besitos! :)

A mão que escreve disse...

epá os morangos com açúcar estragaram a juventude toda!!
até conseguiram acabar com os marrões!!

PintoRibeiro disse...

Passei, abraço K'mrd.

Menina_marota disse...

Bem... confesso, fui sempre a defensora desses "calçudos"... nunca gostei de violência mas, para defender os meus amigos, já dei alguns "murros"...

Talvez porque esses ditos meninos, foram sempre uma ajuda para mim, tímida, loira de tranças e introvertida, era também a "predilecção" de alguns "espertos"...

Agora que eu dava de boa vontade, actualmente, um bom par de estalos a algumas pessoas, ai dava, dava!


Bjs e bom fim de semana ;)

Lusófona disse...

calduços? preciso acrescentar essa palavra ao meu dicionário...rsrsr..

Bem, isso agora dos pais a baterem nos professores é um pouco complicado, ou os calduços são também para os paizinhos mal educados?

Beijos Querido Diabito ;)

mixtu disse...

muita porrada falta a certos meninos, e podia começar pelos pais...

abrazo serrano

jomaolme disse...

Eles andam disfarçados...eheh!!

Beijokas

Su disse...

ehehe

sou a favor da estalada....

jocas maradas...sempre

Patrícia disse...

não concordo! Não acho que os marrões esejam em vias de extinção.
Acho é que estão na moda. As miúdas já gostam deles, e eles já não têm tempo para marrar. São revolucionários, sabem que têm mais direitos que os professores e passam o tempo na net, programam em grandes máquinas (não fazem ideia o que é um spectrum!)....

Diabba disse...

Palmadões não põe a malta com vontade de trabalhar... agora umas palmadinhas dadas no momento certo... ui ui

beijo d'enxofre

Gata Verde disse...

Palmadões não digo,mas umas dentadinhas afiadas...

Bj

Alien8 disse...

Em extinção? Nah.... acho é que emigraram :)))

Abraço alienígena!

A. João Soares disse...

Nada de exagerar na qualidade do blog. Senão pode apanhar uns palmadões para não estragar o curso!!!
E, por isso, agora a tendência é para a igualdade, evitando que haja algum aluno que seja melhor. Está para ser estabelecida uma marreta em cada turma para esmagar aquele que se eleve acima da média.
Abraço

Do Miradouro

Alien David Sousa disse...

Os palmadões têm de voltar a estar na moda. Não concordas? É o único caminho que encontro para inverter a situação.
Beijinhos diabinho